domingo, dezembro 02, 2007

Rússia: um novo conceito de democracia

Este domingo decorreram as eleições para a Duma, a câmara baixa do parlamento russo, e a vitória do partido de Vladimir Putin, Russa Unida, é já mais que certa.

Mas a vida 'democrática' russa, desde que Putin se tornou presidente, tomou um rumo muito próprio. Desde a perseguição a qualquer tentativa de oposição política até o encerramento de orgãos de comunicação social esta democracia tem-se tornado cada vez mais musculada.

Para cúmulo, nestas eleições foi implementada uma nova lei que determina que partidos com menos de 7% de votos não terão representação parlamentar.

Entretanto já surgem rumores que, após abandonar a presidência, Putin pretende ser primeiro-ministro. Nota-se aqui alguma originalidade com os regimes ditatoriais tradicionais: em vez de se alterar a lei por forma a permanecer no poder Putin simplesmente vai alternando de cargo...

Realmente é necessário entender que Democracia é muito mais que apenas a realização de eleições. Passa também pela total liberdade de expressão; igualdade de oportunidade na apresentação dos programas partidários nos meios de comunicação social (sobretudo naqueles que são detidos pelo estado); não utilização de meios do estado para fazer campanha eleitoral.

E ao enumerar estas condições, que julgo necessárias para a existência de um verdadeiro estado democrático, não posso deixar de referir que as mesmas também estão longe de existirem nesta nossa ilha da Madeira...Se calhar serviu de inspiração a Vladimir Putin.

2 Comments:

Blogger blueminerva said...

Foi atribuído um prémio a este blog.
Parabéns!
Um abraço

11:11 da tarde  
Anonymous Paty said...

Eh pá
agora até já ganhas prémios e tudo!
Sim senhor...isto até me dá vontade de criar um blog tb (uma vez que nem é preciso ter nada de particularmente interessante p/ dizer)
e quem sabe até podemos, em vez de falar cara a cara, comunicar apenas via blogosfera!
Que tal? Fica a ideia

10:14 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home