sábado, outubro 27, 2007

Rio das Flores




É este o título do novo romance de Miguel Sousa Tavares.

Confesso que sou bastante crítico de Miguel Sousa Tavares quando este surje na TVI no papel de comentador. As suas intervenções, na minha opinião, tendem a ser críticas meramente destrutivas e, não raras vezes, desprovidas de fundamento.

Contudo, após ter lido o seu romance Equador, fiquei agradavelmente surpreendido. Ao ponto de, ao saber do lançamento deste seu segundo romance, estar já a planear a sua aquisição.

Etiquetas:

2 Comments:

Anonymous Alexandro Pestana said...

Eu, tal como a esmagadora maioria dos jovens de hoje, detestamos ler. Nunca li um livro, só livros técnicos e associados a minha profissão.. lol. A tendência é ninguém escrever porque ninguém compra. lol

3:33 da tarde  
Blogger Michelangelo said...

Presumo que baseias a tua visão sobre a indústria livreira apenas na tua experiência pessoal.
Interessante é o facto de actualmente vários livros terem batido recordes mundiais em número de vendas: o último livro de Harry Potter vendeu 8,3 milhões de cópias apenas no primeiro dia (http://money.cnn.com/2007/07/23/news/companies/scholastic_potter/index.htm).
Em Portugal o mercado livreiro valia 530 milhões de euros em 2006 com um crescimento no volume de vendas de 2,3% (o que sempre é melhor que a taxa de crescimento da Economia nacional).
Desde 2006 deram entrada na Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) 230 novos autores.
Quanto ao facto de, supostamente, a 'esmagadora maioria' dos jovens detestar ler posso apenas lamentar pois o hábito de leitura está directamente relacionado com a literacia. Não basta saber ler...o mais importante é conseguir interpretar. E em relação a isso todos os estudos europeus colocam os alunos portugueses na cauda da Europa. Não é portanto nenhum motivo de orgulho nunca ter lido um livro...

5:03 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home